VER ETIQUETAS - BARRA LATERAL

victorlages@gmail.com

966327268

terça-feira, 4 de novembro de 2014

KOANTRIX exposição de desenho, pintura e escultura na Caixa Central de Crédito Agrícola Mútuo 5 a 28 novembro 2014

 


Exposição de desenho, pintura e escultura
Inauguração 5 de Novembro às 17,30 horas
Caixa Central de Crédito Agrícola Mútuo
Rua Castilho 233/233A - 1099/004 Lisboa
Patente até 28 de Novembro de 2014
2ª a 6ª das 9,30 h às 17,30 h

 

 

Koantrix

Palavra que deriva em primeiro lugar de Koan (Zen japonês), que pretende ser uma narrativa, diálogo, questão, afirmação ou parábola mas sempre com aspecto inacessível à razão ou seja, algo paradoxal com a finalidade de esgotar o intelecto analítico, preparando a mente para um entendimento e resposta rápida ao nível intuitivo, despertando assim a mente à consciência.
Em segundo lugar a palavra deriva de matrix, matriz ou útero e tal como no filme Matrix, ela é, ao mesmo tempo um útero universal onde estão todos os seres humanos cuja vida real é "uterina" e cuja vida imaginária é forjada pelos circuitos de codificadores e descodificadores de cores e sons e pelas redes de guias de entrada e saída de sinais lógicos, portanto a Matrix está em toda parte, é o mundo que acredita ser real para não perceber a verdade. Todo o humano nasceu como escravo e em cativeiro, numa prisão onde não pode ver, cheirar ou tocar, uma prisão da mente. Isto é também, uma alusão ao mito da caverna de Platão. Onde indivíduos que tenham crescido numa caverna e acorrentados, de modo que não vejam a entrada da caverna, mas somente as sombras de homens do mundo exterior, que se projectam nas paredes desta. Sendo que esses prisioneiros não sabem nada desse mundo, tendo como única realidade as sombras projectadas, sem no entanto saberem que são projecções. Como seria então, se um daqueles prisioneiros se tornasse livre e sai-se da caverna? Decerto que o impacto com o conhecimento da realidade seria um autêntico pesadelo. Esta alegoria foi usada por Platão para mostrar que o homem normalmente vive na ignorância, tomando muitas coisas como verdade universal, devido à sua incapacidade de ver além dos sentidos.

Podemos então dizer, que a Koantrix é como a criação de um Admirável Mundo Novo.

Este é o conceito da exposição, onde desenhos, pinturas e esculturas, de certa forma caracterizam a Koantrix, levando o observador das obras, a uma mais lúcida compreensão das mesmas, da arte e do mundo que o rodeia, sem recorrer em demasia ao conhecimento intelectual e académico, deixando assim fluir a mente e a sua natureza interior.  

                      

 Durante a inauguração será realizada uma pequena performance


Performance do Teatro do Diálogo
Grupo de Teatro do Oprimido de Lisboa

O GTO LX desenvolve a metodologia do Teatro do Oprimido (TO) – ferramenta de empowerment social que permite dar voz àqueles que, tomando consciência dos seus direitos, também reconhecem o dever de os defender. Através da sua técnica de Teatro Fórum (TF), esta metodologia possibilita a tomada de consciência e a participação cidadã de todos. O projecto Intervenção Comunitária através do Teatro visa dar continuidade ao processo de empowerment individual e social de jovens de bairros desfavorecidos, com diversas problemáticas, utilizando como ferramenta o TF. No TF, o público pode sugerir, intervir e participar na peça, substituindo o protagonista e improvisando, directamente com os actores no momento do espectáculo, diferentes soluções para o problema apresentado. Intervenção Comunitária através do Teatro vem promover a inclusão social destes jovens e das suas comunidades, promover o seu processo de empowerment, reforçar o trabalho em rede entre estes 2 grupos e outros em actividade, como ainda consolidar e alargar parcerias. O processo de autonomia destes grupos é vital a sua integração na sociedade, para o fomento de um trabalho em rede e para a promoção do teatro como ferramenta de diálogo e da busca conjunta de soluções para problemas comunitários. O GTO LX tem como objectivo continuar a promover a auto-determinação, auto-representação e auto-responsabilização das comunidades na construção de uma sociedade mais justa, através da promoção da inclusão destes agentes multiplicadores.
www.gtolx.org

 

Organização da exposição
Centro de Cultura e Desporto do Crédito Agrícola Mútuo


Local da Exposição
Caixa Central de Crédito Agrícola Mútuo - Rua Castilho 233/233A - 1099/004 Lisboa - tel 213809900

 

 



Sem comentários: